7 dicas para alugar o imóvel ideal

Alugar um imóvel pode ser uma tarefa simples, afinal de contas, basta procurar por casas disponíveis e fazer algumas visitas até tomar a decisão. Em tese, essa é uma maneira bem sintética de explicar o  processo, mas existem alguns pontos que precisam ser levados em consideração para que este negócio não se torne uma dor de cabeça no futuro.

Quando se pretende alugar uma casa, ou apartamento, tudo deve ser levado em conta. Cada pequeno – e aparentemente insignificante – detalhe é importante. Primeiro porque existem diversas maneiras de se alugar um imóvel e cada um deles tem suas próprias vantagens e desvantagens, veja.

Imobiliária

Em regra, alugar uma propriedade por meio de uma imobiliária significa mais segurança em relação ao negócio do início ao fim do contrato. No entanto, justamente por isso, elas tendem a ser mais exigentes a fim de garantir um bom negócio para ambas as partes.

Vantagens 

Entre todas as outras, a vantagem que mais se destaca é a resolução de problemas. Optar por contar com a intermediação de uma imobiliária significa ter certeza de que os pequenos ajustes serão realizados quando for preciso. Fora isso, você também vai conseguir alugar mais rápido e terá a  certeza de que a documentação está regular.

Desvantagens

Na contramão de todos os pontos positivos, alugar com imobiliária pode não ser a opção mais barata e também não existe tanta flexibilidade de negociação, uma vez que você não pode falar diretamente com o proprietário do imóvel.

Proprietário

Uma outra opção, bastante comum, é alugar direto com o proprietário e sem qualquer intermediação externa. Algumas pessoas podem entender isso de forma equivocada como sendo errado e arriscado,mas  a lei do inquilinato dispõe sobre os direitos e deveres das partes envolvidas e fornece respaldo.

Vantagens

A maior das vantagens de alugar um imóvel diretamente com o proprietário é a  flexibilização da negociação, o que sem dúvida é um lado positivo para ambas as partes da transação. Além desta,  podemos citar a criação de uma relação de confiança entre locatário e proprietário.

Desvantagens

Para o locatário existem algumas desvantagens ao não optar por uma imobiliária, como por exemplo: limitação da escolha dos imóveis, a falta de garantia do cumprimento das cláusulas, ausência de reputação prévia e ausência da proteção de direitos do consumidor caso isso se faça necessário.

Vamos às dicas? 

Agora, tendo em mente qual a modalidade de locação que você vai optar, separamos algumas dicas de tudo o que você precisa saber para encontrar o imovel perfeito para você e para a sua família tendo em vista que isso de alguma forma pode ser uma aventura e tanto. Continue lendo.

1 – Defina as suas necessidades

O primeiro passo de todos é entender o que você precisa e saber exatamente o que espera de um ímovel. Uma forma bastante simples de fazer isso é responder algumas perguntas para si mesmo e colocar no papel o que vale a pena ou não abrir de mão. Quantos cômodos serão necessários? Você precisa de bastante espaço?

Definir essas prioridades são a base de tudo  e vão te guiar durante o processo.

2 –  Escolha casa ou apartamento

Depois de ter suas prioridades bem consolidadas é hora de escolher se você prefere um apartamento ou uma casa térrea. De antemão podemos deixar claro que não existe um melhor do que outro, ambos tem pontos positivos e negativos e as pessoas se adaptam a eles de forma diferentes.

Se você é daquelas pessoas que precisa de um quintal, bastante espaço e não lida bem com regras de condomínio, talvez a melhor opção para você seja uma casa. No entanto, se a sua prioridade é segurança, praticidade, privacidade e até mesmo um certo tipo de conforto, um apartamento é mais a sua cara.

3 –  Não perca o seu tempo

 Na saga de procurar uma nova moradia, é bastante comum encontrar uma variedade consideravelmente grande de imóveis a serem visitados e em alguns você pode optar por ir apenas para matar a curiosidade muitas vezes sabendo que não vai fechar o negócio, o que nos leva a uma das  dicas principais: não perca tempo.

E por perder tempo, estamos levando em conta o seu e o do corretor. Não vale a pena se locomover para visitar um imóvel que não vai atender as suas prioridades e as da sua família. Para isso, você pode fazer uma lista dos que se enquadram nas especificações e dar preferência a eles.

4 – Procure os defeitos

Na hora da visita, o proprietário ou corretor pode não te mostrar todos os defeitos do imóvel por medo de perder a venda. Mas não se engane, eles existem em todos os lugares, em alguns casos mais graves do que em outros. O ponto é que ao ter consciência deles você pode obter um preço melhor. Portanto, esteja atento.

5 – Mantenha a calma

Não coloque os bois à frente da carroça, é bastante comum que você queira resolver o “problema” de encontrar uma casa da maneira mais rápida possível, mas fazer isso pode trazer dor de cabeça mais tarde. Não cometa o erro de tomar uma decisão com pressa e acabar se arrependendo depois.

6 – Faça um planejamento

Você já deve ter ouvido falar que a pressa é inimiga da perfeição, e seguindo essa filosofia a nossa sexta dica é: tenha um planejamento. Se planejar é muito importante para que tudo dê certo e saia como você deseja. Fazer isso, além de te ajudar a passar por todo o processo com calma, também te dá tranquilidade em relação a parte financeira da transação.

7 – Prepare os documentos

Independente da sua escolha de alugar através de uma imobiliária ou fazer isso direto com o proprietário, os documentos serão requisitados. Portanto, é muito importante que você procure saber quais as exigências com relação à documentação e deixe tudo separado para ganhar tempo na hora de fechar o negócio.

Na maioria dos casos, os documentos pedidos são: RG; CPF; holerite ou comprovante de renda e comprovante de residência. No caso das imobiliárias essa lista pode ser um pouco mais extensa e você também pode precisar um fiador.

Agora, depois de todas essas dicas, você já está mais preparado e vai conseguir encontrar o lar perfeito para sua família. E se precisar de ajuda no processo, conte com a Zigoo, Nós oferecemos informações rápidas e precisas para os consumidores em todo o ciclo de negócio canais diretos de comunicação com os melhores profissionais, corretores e imobiliárias.

Para receber mais conteúdos como este, assine a nossa newsletter e nos siga nas redes sociais!

x

Alugar um ímovel pode ser uma tarefa simples, afinal de contas, basta procurar por casas disponíveis e fazer algumas visitas até tomar a decisão. Em tese, essa é uma maneira bem sintética de explicar o  processo, mas existem alguns pontos que precisam ser levados em consideração para que este negócio não se torne uma dor de cabeça no futuro.

Quando se pretende alugar uma casa, ou apartamento, tudo deve ser levado em conta. Cada pequeno – e aparentemente insignificante – detalhe é importante. Primeiro porque existem diversas maneiras de se alugar um imóvel e cada um deles tem suas próprias vantagens e desvantagens, veja.

Imobiliária

Em regra, alugar uma propriedade por meio de uma imobiliária significa mais segurança em relação ao negócio do início ao fim do contrato. No entanto, justamente por isso, elas tendem a ser mais exigentes a fim de garantir um bom negócio para ambas as partes.

Vantagens 

Entre todas as outras, a vantagem que mais se destaca é a resolução de problemas. Optar por contar com a intermediação de uma imobiliária significa ter certeza de que os pequenos ajustes serão realizados quando for preciso. Fora isso, você também vai conseguir alugar mais rápido e terá a  certeza de que a documentação está regular.

Desvantagens

Na contramão de todos os pontos positivos, alugar com imobiliária pode não ser a opção mais barata e também não existe tanta flexibilidade de negociação, uma vez que você não pode falar diretamente com o proprietário do imóvel.

Proprietário

Uma outra opção, bastante comum, é alugar direto com o proprietário e sem qualquer intermediação externa. Algumas pessoas podem entender isso de forma equivocada como sendo errado e arriscado,mas  a lei do inquilinato dispõe sobre os direitos e deveres das partes envolvidas e fornece respaldo.

Vantagens

A maior das vantagens de alugar um imóvel diretamente com o proprietário é a  flexibilização da negociação, o que sem dúvida é um lado positivo para ambas as partes da transação. Além desta,  podemos citar a criação de uma relação de confiança entre locatário e proprietário.

Desvantagens

Para o locatário existem algumas desvantagens ao não optar por uma imobiliária, como por exemplo: limitação da escolha dos imóveis, a falta de garantia do cumprimento das cláusulas, ausência de reputação prévia e ausência da proteção de direitos do consumidor caso isso se faça necessário.

Vamos às dicas? 

Agora, tendo em mente qual a modalidade de locação que você vai optar, separamos algumas dicas de tudo o que você precisa saber para encontrar o imovel perfeito para você e para a sua família tendo em vista que isso de alguma forma pode ser uma aventura e tanto. Continue lendo.

1 – Defina as suas necessidades

O primeiro passo de todos é entender o que você precisa e saber exatamente o que espera de um ímovel. Uma forma bastante simples de fazer isso é responder algumas perguntas para si mesmo e colocar no papel o que vale a pena ou não abrir de mão. Quantos cômodos serão necessários? Você precisa de bastante espaço?

Definir essas prioridades são a base de tudo  e vão te guiar durante o processo.

2 –  Escolha casa ou apartamento

Depois de ter suas prioridades bem consolidadas é hora de escolher se você prefere um apartamento ou uma casa térrea. De antemão podemos deixar claro que não existe um melhor do que outro, ambos tem pontos positivos e negativos e as pessoas se adaptam a eles de forma diferentes.

Se você é daquelas pessoas que precisa de um quintal, bastante espaço e não lida bem com regras de condomínio, talvez a melhor opção para você seja uma casa. No entanto, se a sua prioridade é segurança, praticidade, privacidade e até mesmo um certo tipo de conforto, um apartamento é mais a sua cara.

3 –  Não perca o seu tempo

 Na saga de procurar uma nova moradia, é bastante comum encontrar uma variedade consideravelmente grande de imóveis a serem visitados e em alguns você pode optar por ir apenas para matar a curiosidade muitas vezes sabendo que não vai fechar o negócio, o que nos leva a uma das  dicas principais: não perca tempo.

E por perder tempo, estamos levando em conta o seu e o do corretor. Não vale a pena se locomover para visitar um imóvel que não vai atender as suas prioridades e as da sua família. Para isso, você pode fazer uma lista dos que se enquadram nas especificações e dar preferência a eles.

4 – Procure os defeitos

Na hora da visita, o proprietário ou corretor pode não te mostrar todos os defeitos do imóvel por medo de perder a venda. Mas não se engane, eles existem em todos os lugares, em alguns casos mais graves do que em outros. O ponto é que ao ter consciência deles você pode obter um preço melhor. Portanto, esteja atento.

5 – Mantenha a calma

Não coloque os bois à frente da carroça, é bastante comum que você queira resolver o “problema” de encontrar uma casa da maneira mais rápida possível, mas fazer isso pode trazer dor de cabeça mais tarde. Não cometa o erro de tomar uma decisão com pressa e acabar se arrependendo depois.

6 – Faça um planejamento

Você já deve ter ouvido falar que a pressa é inimiga da perfeição, e seguindo essa filosofia a nossa sexta dica é: tenha um planejamento. Se planejar é muito importante para que tudo dê certo e saia como você deseja. Fazer isso, além de te ajudar a passar por todo o processo com calma, também te dá tranquilidade em relação a parte financeira da transação.

7 – Prepare os documentos

Independente da sua escolha de alugar através de uma imobiliária ou fazer isso direto com o proprietário, os documentos serão requisitados. Portanto, é muito importante que você procure saber quais as exigências com relação à documentação e deixe tudo separado para ganhar tempo na hora de fechar o negócio.

Na maioria dos casos, os documentos pedidos são: RG; CPF; holerite ou comprovante de renda e comprovante de residência. No caso das imobiliárias essa lista pode ser um pouco mais extensa e você também pode precisar um fiador.

Agora, depois de todas essas dicas, você já está mais preparado e vai conseguir encontrar o lar perfeito para sua família. E se precisar de ajuda no processo, conte com a Zigoo, Nós oferecemos informações rápidas e precisas para os consumidores em todo o ciclo de negócio canais diretos de comunicação com os melhores profissionais, corretores e imobiliárias.

Para receber mais conteúdos como este, assine a nossa newsletter e nos siga nas redes sociais!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.